24 fevereiro 2009

Post não convencional...




Hoje foi um dia estranho. Um dia que começou normal, passou a ficar bem triste, se tornou pleno e feliz. Pouco falo de amor. Mas frequentemente me pergunto se é por não ser nada romântica, ou por parecer uma durona insensível. Definitivamente não sou insensível... já desejei ser, mas não sou.
E você se pergunta, até onde você pode ir por amor? Quanto você ama uma pessoa... Eu amo muito. Amo verdadeiramente, e esse amor me consome. Na maior parte do tempo isso é tudo, me completa, me faz bem, me faz sorrir. Mas em outros momentos... dói. Dói muito.
Amo uma pessoa totalmente diferente de mim. Nada, em absolutamente nada parecemos. E eu me pergunto, como pode? E às vezes penso, será que vale a pena? Discordamos de quase tudo, brigamos por agulhas no chão, nos questionamos. E, quantas vezes duvidei se amava?! Nossa, perdi as contas. Também sei que muitas vezes ele pensou em desistir.
Para ficar com ele tenho que abdicar muita coisa... ele também.

[eu e ele na rede, hoje à tarde]
Já ensaiamos desistir um do outro, ficarmos longe... e acontece que é como se tivessem me jogado em um poço sombrio, gélido a ponto de doer. Um vazio, como se estivesse só. Simplesmente só.
Ele, sumiu o sorriso que sempre estampa seu rosto... e foi ruim. Até das brigas sentimos falta. Desistimos de desistir.
Os momentos felizes são momentos incríveis. Os momentos tristes são destruidores. Sempre apenas um motivo: as nossas diferenças. E por sempre querer não ser romântica, devido a descrição de mim feita por ele mesmo, sempre racional demais, me questiono: o amor suporta tudo?!
E reconheço o imenso valor da pessoa que está ao meu lado. Sempre. E nenhuma reclamação que tantas e tantas mulheres fazem sobre os homens, tantos sofrimentos que a insensibilidade masculina causa... eu não os conheço. Ele não é perfeito. Mas é diferente.
Em meio a uma séria e recente discussão ele me perguntou se o que eu quero é um homem igual à maioria, se queria um cafajeste que dissesse todos os dias que me ama, mas que saísse por motéis com outras. E isso me fez cair. Não, ninguém quer isso... Me pergunto se a felicidade combina comigo... Claro. Quem não quer ser feliz? Será?
Acho que meu problema é mudar. Eu não me admito mudar. Não me admito.
Mas dei um passo... um grande passo.
Eu o amo, e nunca nenhuma pessoa me fez tão bem, e lutou tanto, tanto pra me ver feliz como ele. Nunca. E, sem que eu pedisse, ele já me provou que o que mais importa para é um sorriso no meu rosto. E vamos lutar pela tão sonhada compreensão.

Hoje foi um dia bom. Uma tarde toda agarradinha com ele na rede, ouvindo o barulho da chuva e trocando beijos. É isso que me faz feliz. É isso.

Hoje, 1 ano e 5 meses de namoro.

Te amo...

'Olha meu bem o céu
Vê quanta luz, quanta estrela
Quase todas mortas
Só não é chegado para nós o tempo que se apagarão
A gente tá na lanterna, do tempo que virá'


Lulu Santos - Tempo Espaço

20 comentários :

  1. Aii Sophie, é tão bom ficarmos assim com o Fofuxo do nosso coração né!! Hoje o mue dia foi simplesmente demais.. botei umas quantas fotos la tb!! hehehe

    Guria! Bijeoss

    ResponderExcluir
  2. Amar é assim, procurar no outro o que lhe faz bem, achar e viver, sem pensar no amanhã. seja feliz, bjs

    ResponderExcluir
  3. Acho que amor supera muita coisa, mas não TUDO. Dizer tudo é quase a mesma coisa de dizer "pra sempre"! Opiniões diferentes não impedem uma vida feliz não! =D
    Beijoos

    ResponderExcluir
  4. Somos o que somos e o mais engraçado é que não há ninguém igual ao outro. Somos diferentes uns dos outros. No amor o que acontece é que de um e de outro ser cria-se uma relação e esta sim deverá coincidir com a busca de cada um dos integrantes entendeu? Não é problema ser totalmente diferente do outro ser se pelo amor chegarem ao que estará atendendo às diferenças, na relação. É só isso. E pra fechar, queiramos ou não, mudamos sempre, não há como não mudar. Ninguém consegue ser amanhã o que é hoje ou o que foi ontem. Mantemos posturas que pela coerência, seguem curso naturalmente dito estável, mas sempre diferente.
    Cadinho RoCo
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  5. Também não me considero fã do Guns porque só conheço algumas músicas avulsas. Talvez algum dia procurarei mais álbuns deles. Ainda nem ouvi o tal do Chinese Democracy.

    ResponderExcluir
  6. pode ter certeza que diferenças não são defeitos. Já tive um relacionamento muito difícil, porque éramos parecidos de mais! Era como se sempre estivéssimos batendo de frente... Não tem como vc completar alguém que tem o mesmo que vc, não é?!
    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Olá Sophie,

    parabéns pelo namoro, espero que dure muito mais...

    Preciso de uma ajudinha sua:

    Estarei sorteando no dia 28/02, 10 livros "Sinais de Esperança" e para participar basta ser uma amiga e seguidora do blog Inspirações.

    Preciso da sua ajuda na divulgação do sorteio...

    Um mega abraço...

    ResponderExcluir
  8. Obrigada pelo selinhoo!!
    Em breve postaremos, mas ela já esta lá no nosso mural de selos!

    Beijaooo da Morena!

    ResponderExcluir
  9. Que lindo, Sophie. Parabéns p/ 1 ano e 5 meses de namoro.

    É tão bom quando alguém não desiste de nós. Ou até mesmo quando nós não desistimos de alguém, principalmente, de nós mesmos.

    Se ainda há amor, vcs vão continuar tentando, resistindo e não desistindo. Amor é isso..é luta , é batalha..e depois a glória..com gostinho de rede!srrsrr

    Bjosssssssssssssssssssssssss!!

    ResponderExcluir
  10. parabéns \o/
    é muito complicado quando a gente gosta de alguém tão diferente, mas ao mesmo tempo é bom xD Parece que estamos sempre tentando completar as "lacunas" do outro, mesmo que isso nunca dê certo u.u
    mas, de qqr forma, não tem jeito, amamos o diferente e façam de tudo pra superar isso :D
    bjo
    teh +
    o/*

    ResponderExcluir
  11. Lulu Santos é ótimo, amo as duas musicas citadas.
    Até onde pode ir, até onde achar que deve. Eu por exemplo larguei emprego, amigos, familiares, toda minha vida em outro estado totalmente diferente pra ficar com amor da minha vida! Somos diferentes em muita coisa, mas o que vale é isso. Não são os opostos que se atraem e sim os semelhantes que se repelem.

    Parabéns pra vcs!

    Essa semana completei Bodas de Papel! Um aninho de casada :)

    Um lindo dia! Beijos

    ResponderExcluir
  12. Mudei de endereço:
    http://mydearblogsweetness.blogspot.com

    beijosss

    ResponderExcluir
  13. Olá, passando para deixar um convite:

    Estou organizando uma Blogagem Coletiva, no próximo dia 09/03, cujo tema é "INCLUSÃO SOCIAL", fique à vontade para aceitar ou não o convite,

    para saber mais sobre a blogagem acesse o meu blog ESTERANÇA e se quiser participar deixe um recado para que seja feita a confirmação.


    abraço,

    ResponderExcluir
  14. Obrigada Sophie!

    Somos sim, muito felizes! Tudo na vida tem seu preço e esse foi o preço que paguei por essa felicidade! Claro que somos feito de carne e pecado, então temos que ter problemas. Problemas são combustiveis, nos ajuda a crescer ainda mais e a lutar. Como a saudade que sinto de todos! Afinal são mais de 2 mil km e meio longe da familia e amigos. Tenho ainda o prazer de ir com ele lá todo ano.

    :)

    Parabéns e felicidades mais uma vez!

    ResponderExcluir
  15. óó que amor..apesar de todos termos enormes diferenças, o amor fala mais alto! *-*
    primeira vez que eu estou passando por aqui, evou passar mais vezes.

    beeejos.

    ResponderExcluir
  16. A sombra da paixão
    Uma espada solta no pecado
    Um fruto amargo em coração faminto
    O abraço inventado do mal-amado

    Um caminhar mudo, pés descalços
    Uma oração perdida no agreste frio
    O chão a correr em desencontro
    Como as águas de um inventado rio



    Boa semana


    Mágico beijo

    ResponderExcluir
  17. eu já passei por isso, e eu era igual a você. só que insisti nos meus princípios e perdi o que era o homem da minha vida, depois de 2 anos de namoro. espero que você faça a coisa certa e não deixe isso se perder :)

    ResponderExcluir
  18. Achei q tinha compentado mas acho q não foi publicado aff!!!
    gostei dessa parte : Já ensaiamos desistir um do outro, ficarmos longe... e acontece que é como se tivessem me jogado em um poço sombrio, gélido a ponto de doer. Um vazio, como se estivesse só. Simplesmente só.
    isso foi bem legal, beijão

    ResponderExcluir
  19. Amor é assim mesmo.
    Tem seus altos, seus baixos, e mesmo assim consegue equilibrar-se.
    Feliz 1 ano e 5 meses de namoro, rs.

    beigos mil (tem selo pra ti)

    ResponderExcluir